LUÍS DA CÂMARA CASCUDO

Dicionário do Folclore Brasileiro


O Dicionário do Folclore Brasileiro é um livro de Luís da Câmara Cascudo publicado originalmente em 1954, com sucessivas edições, desde então.

A primeira edição foi prefaciada pelo então ministro da educação Antônio Balbino, em nome do Governo Federal, que editava a obra.

Em nota esta mesma edição, Cascudo relembra que a idéia do Dicionário surgira em 1941, como um plano para "dez anos de trabalho sereno, sem pressa e sem descanso". A idéia, entretanto, seria realizar uma extensa História do Brasil, que foi abortada; o então diretor do Instituto do Livro, Augusto Meyer, propôs, em 1943 a elaboração de um Dicionário de Folclore.

Para sua redação o autor convidou diversos colaboradores, desde Guerra Peixe, Heitor Villa-Lôbos, Nelson Romero e outros.

CÂMARA CASCUDO, Luís da. Dicionário do Folclore Brasileiro. 10ª ed., Ediouro, Rio de Janeiro, s/d, ISBN 85-00-80007-0

Folclore brasileiro na obra de Câmara Cascudo

Para se compreender bem a história de um país, é necessário não apenas se debruçar sobre os documentos oficias que são acumulados desde sua origem ou ainda sobre documentos da alta cultura (instituições religiosas, artes eruditas etc.), pois também se faz necessário o estudo das tradições populares, da cultura popular.

Nesse sentido, o trabalho dos folcloristas, isto é, dos estudiosos da cultura popular, torna-se indispensável. No Brasil, muitos foram aqueles que se dedicaram ao estudo das nossas tradições populares, mas, entre esses muitos, destacou-se a figura de Luís da Câmara Cascudo.

Foto: A/D - Arquivo OpenBrasil.org
Luís da Câmara Cascudo - OpenBrasil.org